Seguir por Email

domingo, 18 de dezembro de 2011

"E Viverá teu irmão carente "Contigo" "Levitico 25:35-36"


Eu estava na rua Bahia, na altura do numero setenta, no bairro de Higienópolis. 
O horario ? - Oito da noite.
O clima era quente e o trânsito frio; Inexistente:

-Caramba, quase que eu raspei o carro naquele moço. Eu vou pedir desculpas a ele - Pensei enquanto dirigia:
-Opa! Desculpa aí, irmão! Raspei o meu carro em você?
-Oi? O senhor tem um trocado? - "respondeu" o moço -  Já faz uma semana que eu não como um prato de feijão com arroz.
-Observando seu modo de falar, sua postura e seu olhar, imaginei que poderia haver alguma história honesta e curiosa por trás daquela figura. Dei lhe então o direito da palavra:
-Mas o que aconteceu meu irmão?
-Um conhecido me trouxe da Paraíba para trabalhar. Depois de um tempo me dispensou e sumiu, sem me pagar nada. Fiquei sem dinheiro, sem lugar pra morar e sem passagem de volta.
-Pronto! Isso era o suficiente para eu estacionar o meu carro. Desci na frente do colégio Sion na avenida Higienópolis, de modo a continuar a conversa e para que nosso papo não ficasse restrito a um dialogo, decidi gravá-lo, para que você, leitor, pudesse participar também.
Bem vindo a nossa conversa:
Clique no link abaixo e assista a entrevista e comente no espaço abaixo:

3 comentários:

Minerbo Maquetes S/C ltda. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Felipe Rosenberg disse...

Muito bom Moré!
Parabéns!!

Yitzchak Uryel Avraham disse...

AMIGO (permita-me sê-lo) More Gilberto Ventura, você é o modelo do judeu cumpridor da Torá, como costuma dizer e CUMPRIR "Judaísmo é Atitude" parabéns, você realmente faz a autentica tzedaká, a justiça social, sinto-me privilegiado por tê-lo conhecido e poder aprender com você!