Seguir por Email

sábado, 12 de novembro de 2011

Judaismo - Loucura Coletiva? Poooooode !!!


                                                   

Já faz umas horas que estou assim! O pior é que me doem os joelhos e me dá nojo ter que tocar nesse chão urinado e cuspido com as minhas mãos.
Também me sinto um pouco sufocado, mas isso é parecido com aquele familiar mal estar causado pelas gravatas. Ou seja: da para agüentar! 
Agüentei por tantos anos as gravatas, os paletós e os sapatos sociais. Mas a causa que defendo agora é muito mais importante do que a que defendia quando andava engravatado de um lado para o outro! Infinitamente mais importante! Ah Ah Ah !
Antes era Ter e agora é Ser!
Bom, deixe-me retornar à minha situação corporal, pois preciso me adaptar às novas condições.  
Na posição na qual me encontro é muito difícil enxergar: 
Se eu ficar olhando pra frente, forço a nuca e ela dói. Se eu olhar pra baixo, só vejo o chão e posso acabar batendo a cabeça num poste. 
E por falar em poste... Que cheiro de urina que eles têm! Não sei se vou me acostumar à idéia de descobrir quem é o dono do território através do... Bom, deixa pra La! Dizem que a gente se acostuma com Tudo!
 -Ei, olha La! O que é isso?
-Filha, não olhe! Este homem deve sofrer de algum problema, talvez não consiga andar direito.
-Pois é senhora! Se for assim, não estou sofrendo sozinho, não é? Porque pelo tipo de sapato que a senhora está usando... Deve sofrer de baixa auto-estima! E logo vai sofrer das costas também!
-Estás a falar do meu salto?
-É o salto 15, não é? Deve ser bastante incômodo!
-Ora! Vamos embora minha filha! Este homem merece o sofrimento que tem!
Avenida Paulista, meio dia e meia na frente do Mac Donalds: O dia é quente e as calçadas movimentadas.
-Aê mano! Olha aquele doido La no chão! O cara ta comendo ração!
-Vamo tira um barato dele!
-Ae truta, você come lixo também ou só ração?
-Por que vocês estão perguntando isso?
-É porque a gente nunca viu alguem comendo comida de cachorro!
-Gente come comida de gente, certo?
-Ah, sim! Como por exemplo, os estabilizantes mono e digliceridios de ácidos graxos? Ou os ésteres de poligricerol? Estas comidas são muito boas.... Para formar um tumor estomacal!
-Sem tempo para respirar, nosso amigo era interpelado a todo o momento por passantes gozadores ou simplesmente curiosos: Um verdadeiro mosaico de pessoas e observações:
-Ei cara! Você não acha que é um pouco esquisito ficar andando de quatro aqui em plena avenida Paulista ?
-Sim! Mas o que você me diz sobre os que “caminham” sentados o dia inteiro dentro de aparelhos metálicos soltando fumaça, buzinando e xingando e se tornando incapazes de andarem por meia hora a pé sem ficarem ofegantes e com dores no corpo, tornando se sérios candidatos para um ataque cardíaco ?
-Olha só esse rapaz que imbecil! O chão está cheio de pó e ele está se sujando todo.
-Disse o rapaz, enquanto fumava um cigarro!
-O que ?
-Isso mesmo que você ouviu: O senhor vem me falar de sujeira e poeira, enquanto enfia toneladas de nicotina e alcatrão no seu corpo, criando um câncer na língua ou no pulmão?
-E aí maluco! Vai beber a água do esgoto também?
-Sim, parecida com aquela água escura que você bebe com o canudinho, mas a minha vai sem açúcar, sem gás e de graça!
-Logo começaram a aparecer mais e mais curiosos, acompanhados de um repórter de TV:
-E o que o senhor pretende produzir ? Vai fazer o que da vida?
-Não sei o que vou produzir. Só sei que não vou acordar às seis da manhã, para enfrentar stress no trânsito, poluindo o ambiente e correndo o risco de sofrer um acidente ou de ser assaltado. Também sei que não vou ser humilhado por algum chefe mal-humorado e nem vou produzir algo que não me interessa, como peças para armamentos, sementes transgênicas ou corantes para balas e pirulitos!
-Mas você não acha essa sua opção um tanto quanto estranha ?
 -Claro que acho! Mas você também não acha estranho viver num pais tropical e ter que usar um terno escuro com uma gravata amarrada no pescoço e um sapato de couro duro para ser considerado um homem sério?
-E você não acha estranho essa mocinha que esta rindo de mim, ter comprado uma bolsa por cinco mil reais só para as suas amiguinhas a aceitarem na turma ?
-Também não acha estranho um cara valer centenas de milhões de dólares, ser idolatrado no mundo inteiro e ser chamado de rei só porque tem habilidades com uma bola no pé?
-E também não acha estranho crianças crescerem à base de chicletes, balas, refrigerantes, televisão, erotização precoce, agendas lotadas e educação sem sentido, sendo depois levadas a psicólogas e psiquiatras, para serem tratadas à base de medicações e calmantes?
-E o que acha de um povo calar-se enquanto é roubado descaradamente por um bando de políticos ladrões, pagando impostos abusivos sem reclamarem e sendo multados a cada esquina que passam?
-E você não acha estranho somente ser considerado estranho, um absurdo praticado por poucos, enquanto os absurdos coletivos, aqueles que arrastam um povo inteiro, ou até mesmo a humanidade para o fundo do abismo serem considerados apenas modas ou novidades?
-E por que escolhi ser um cachorro ? Perguntou o pretendente a cachorro perante o público estupefato:
-Por que talvez assim eu possa me aproveitar de mais um dos absurdos da nossa sociedade: Dependendo dos donos que me adotarem, finalmente serei tratado como um... humano!
E poderei ser... Somente Ser!
More Ventura

2 comentários:

Germaine Segall disse...

Atendendo ao pedido,comentarei:sem comentário.Não
precisa.

Germaine Segall disse...

Atendendo ao seu pedido, comentarei: sem comentários.Não precisa.