Seguir por Email

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Se não fosse o "vice judeu" do Vasco, Não haveria o título "Brasileiro"!




Vasco da Gama

Vasco da Gama é o nome do vice campeão brasileiro deste ano. Com uma bela campanha, depois de ter superado uma das fases mais complicadas de sua história, o Vasco conquistou o respeitável Vice campeonato Brasileiro.
Mas quem foi o “vice” do Vasco?

Gaspar da Gama!

Gaspar da Gama? Que time é este?
Há mais de quinhentos anos atrás, o navegador Vasco da Gama, chegara a Índia, com o intuito de obter lucros e benefícios para Portugal.
Um judeu, chamado Gaspar de Lemos, que servia como comandante de um batalhão nativo, disfarçando-se de cristão, entrou na caravela de Vasco, com o intuito de espionar os portugueses.
Vasco, que de burro não tinha nada, descobriu a tramóia e prendeu o judeu, com o intuito de matá-lo. Ao conhecer melhor o homem, decidiu deixá-lo vivo, pois alem de poliglota, o espião era muito culto.
Ao espião foi oferecida a opção da conversão e após aceitá-la, foi batizado com o sobrenome de seu padrinho. Agora ele se chamava Gaspar da Gama.
Anos depois Gaspar da Gama aportou na América do sul junto às frotas de Cabral, sendo considerado por vários historiadores, co-descobridor do Brasil. Outros historiadores dizem ser ele o responsável pela mudança do nome Ilha de Vera Cruz para Brasil!

Ou seja, se não fosse Gaspar da Gama, o "vice"; não existiria o Título “Brasileiro”!


No Link abaixo, a historia judaica do Brasil cantada em samba.
http://moreventura.blogspot.com/2011/10/samba-contando-historia-do.html


Gostou? Comente no espaço abaixo, indique e compartilhe!

3 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí, Moré!
Para quem quer saber mais, recomendo o livro "Gaspar da Gama - Um Converso na Frota de Cabral", do grande e saudoso pesquisador Elias Lipiner.
Marilia Levi Freidenson

Anônimo disse...

Aeh More Ta mostrando raça!
Deco

Carmen Patrícia C. Nogueira disse...

Todos os navegadores, professores e alunos da Escola de Sagres eram judeus.
O rei portugues abrigou os perseguidos da inquisicao espanhola para fomentar o desenvolvimento em Portugal, pais formado por camponeses e pescadores sem conhecimento cientifico.
Com a chegada dos judeus provenientes da Espanha,tornou-se possivel para Dom Manuel desenvolver seu pais.
O unico problema nisso, foi a falta, digamos, de etica do monarca iberico, ao usurpar os feitos do povo de Israel como sendo apenas dos portugueses.
Para piorar, numa impressionante demonstracao de ingratidao, passou a perseguir e roubar os judeus.
O lado positivo disso, e a influencia judaica no Brasil, refugio dos perseguidos da inquisicao portuguesa.